Quase.

Minha vida é feita de quases.
Há sempre um triz entre mim e o sempre.
O eterno me escapule, por pouco; me salvo.
Eu gosto é do esboço.

Sou obra inacabada.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Quase.

  1. Erica Giaão disse:

    Aline, meu anjo!

    Quem é obra inteira? Somos todos assim: obras inacabadas da vida… Algumas pessoas ultrapassam os intervalos e chegam, outras caminham, estão sempre quase lá, mas não alcançam. O importante é permanecer tentando até conseguir chegar ao ponto.

    Estou há dias (duas ou três semanas) escrevendo um texto sobre o quase. Ainda não consegui finalizar, porque sempre acho que está faltando alguma coisa. Meu ponto de partida é bem diferente do seu… Na verdade a intenção era postá-lo antes do Conversando com Clarice, mas não consegui. Quem sabe agora, inspirada por você, eu consiga finalizar?

    Amei, como amo tudo que você escreve. Bom demais ler um post seu.

    Beijos, querida! E uma ótima semana!

  2. Vanessa Cony disse:

    Aline,querida! Bom mesmo é a construção,o aprendizado e o prazer das descobertas…Assim a vida acontece.
    Mesmo desse jeito inacabado,você é linda.
    Beijo no seu coração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s