Caixa de Skinner.

Por uma questão de estímulo-resposta, fui condicionada a desacreditar.
Não é falta de fé, é a lei da aprendizagem.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Caixa de Skinner.

  1. Aline, meu anjo!

    Frase perfeita! É que a gente aprende e se perdoa, sempre. Às vezes eu desacredito também, e eu sou isso: Um reflexo de tudo aquilo que a vida depositou em mim. Mas de tudo mesmo, seja bom ou ruim, porque sou de uma humanidade superlativa. E não é falta de fé, como você disse, é respeito a minha própria condição humana – denominada imperfeição.

    Amei seu comentário, viu? Clarice é quase uma unanimidade… E essas conversas filosóficas me atraem bastante, por isso mesmo, vou responder lá.

    Beijos, minha doce e querida amiga!

  2. Vanessa Cony disse:

    Mas chega o dia em que tudo se encaixa,baixamos a guarda e tudo acontece…
    A fé se renova e o brilho dos seus olhos ilumina até o seu coração.
    Beijo doce Aline…

  3. Marinha disse:

    Como apenas duas frases conseguem carregar a força e intensidade do aprendizado de uma vida inteira? Perfeito, querida!
    Bjo e novos estímulos-respostas, de esta vez, de crença nos indivíduos, pois nem todos (espero que não) são falsos e vazios e egoístas. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s